Quais são as funções do tesoureiro da Igreja?

As tesourarias das Instituições religiosas devem ser organizadas e transparentes, uma vez que este é um dos principais setores de qualquer organização. O papel responsável por manter a organização, transparência e disciplina, é conhecido como tesoureiro. Mas você sabe exatamente qual é o papel do tesoureiro em sua  igreja ? Preparamos uma série de 3 artigos para você conhecer melhor esta importante função na Igreja.

Qual o Significado do tesoureiro ?

A palavra tesoureiro é utilizada para identificar aquele que cuida da tesouraria das instituições. Esta por sua vez vem da palavra “Tesouro” que em latim significa THESAURUS, “tesouro, acúmulo de coisas valiosas”, e do grego THESAUROS, “lugar de guarda de bens, tesouro” . 

O tesoureiro da igreja, é a pessoa responsável por planejar ações de captação de recursos, organizar documentos, controlar e dirigir os serviços da tesouraria, principalmente no que se refere a área financeira, contábil e administrativa da Igreja. Ela é a pessoa responsável pelas contas a pagar e planejamento de custos e projetos da instituição.

Qualquer membro da igreja pode ser escolhido como tesoureiro, esta é um função de extrema confiança do pastor, pois toda saúde financeira da igreja esta em suas mãos. Apesar de ser uma tarefa honrosa, ele não é nada simples, pois as atividades diárias são bastante críticas e exigem muita atenção.

planilha-fluxo-de-caixa

Em Vias Gerais, o que faz o tesoureiro da Igreja ?

Em vias gerais, podemos citar algumas tarefas que devem ser executadas por um tesoureiro. São elas:

1 – Conferir todas as contas a pagar da semana;

2 – Efetuar o pagamento dos fornecedores;

3 – Verificar se o caixa da instituição, possui dinheiro suficiente para o pagamento das contas da semana;

4 – Verificar o que precisa ser comprado na semana;

5 – Efetuar as compras semanais;

6 – Estimar as entradas de Dízimos e Ofertas da semana;

7 – Efetuar o controle de entradas e saídas afim de controle de fluxo de caixa;

8 – Realizar a conferência bancária da Igreja e fechamento de caixa em geral.   

Além disso, também são de responsabilidade do Tesoureiro da Igreja, as tarefas de atuar com rotinas administrativas e financeiras de tesouraria, lançamentos contábeis e conciliações bancárias, despesas realizadas e demais tributos, conferir e lançar boletos relativos a compras, cálculos e recebimentos de receitas, fechar o caixa diariamente, conferir e lançar cheques, recolher o valor diário e encaminhar para o banco, efetuar conferência do movimento financeiro, acompanhar orçamentos e do fluxo de caixa, emissão de cheques e outros documentos referentes ao setor de tesouraria, se responsabilizar pela contabilidade, controle dos orçamentos, o fluxo financeiro e pela organização da caixa da instituição.

Para tanto, ainda precisa se responsabilizar pela aplicação de recursos financeiros, planejar, organizar, dirigir e controlar os serviços da tesouraria, elaborar e analisar o planejamento do capital, viabilizando os melhores investimentos para adquirir valores de forma segura, fazer um estudo verificando qual investimento trará maior rentabilidade e saber qual é o limite de crédito mais viável para a instituição, verificar as necessidades e negociar uma linha de crédito com menos custos nos empréstimos e financiamentos, estudar as operações financeiras com intuito de eliminar ou reduzir variações indesejáveis.

Na segunda parte do nosso material, falaremos sobre cada uma destas tarefas e como o uso de ferramentas pode auxiliar no trabalho dos tesoureiros. Gostou do nosso artigo ? Comente no nosso blog !